Sumário

1

INTRODUÇÃO ………………………………………………………………………………………..

3

2

DEFINIÇÃO DE MISSÃO, VISÃO E VALORES.

…………………………………………. 4

2.1

A MISSÃO ………………………………………………………………………………………..

4

2.2

A VISÃO …………………………………………………………………………………………..

5

2.3

OS VALORES……………………………………………………………………………………

5

3 ANÁLISE DE SWOT ………………………………………………………………………………..

6

3.1 ANÁLISE DO AMBIENTE EXTERNO ……………………………………………………

7

3.1.1 Concorrência ……………………………………………………………………………….

7

3.1.2 Novos Entrantes …………………………………………………………………………..

8

3.1.3 Produtos Substitutos …………………………………………………………………….

8

3.1.4 Fornecedores ………………………………………………………………………………

9

3.1.5 Clientes …………………………………………………………………………………….

10

3.2 ANÁLISE DO AMBIENTE INTERNO …………………………………………………..

10

3.2.1 Lojas e Controles ……………………………………………………………………….

11

3.2.2 Colaboradores e Pessoas envolvidas ……………………………………………

12

3.2.3 Capital ………………………………………………………………………………………

12

3.2.4 Mercado ……………………………………………………………………………………

13

3.2.5 Imagem do Comércio de Araripina ………………………………………………..

13

3.2.6 Know-how (conhecimento) …………………………………………………………..

14

3.3 MATRIZ DE SWOT …………………………………………………………………………..

14

3.3.1 Situações de Investimento …………………………………………………………..

15

3.3.2 Situação de Desperdício ……………………………………………………………..

16

3.3.3 Situação de Risco ………………………………………………………………………

16

3.3.4 Situação de Perda ………………………………………………………………………

16

4

DEFINIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS E OBJETIVOS ……………………………………..

17

4.1

OBJETIVOS A SEREM ALCANÇADOS ………………………………………………

17

4.2

PLANO DE AÇÃO ……………………………………………………………………………

18

4.2.1 Necessidade de maior envolvimento do poder público …………………….

19

4.2.2 Cliente não compra em Araripina ………………………………………………….

22

4.2.3 Melhorias necessárias nos comércios …………………………………………..

23

4.2.4 Dificuldade em atrair novos clientes ………………………………………………

25

5

FORMAS DE ACOMPANHAMENTO DAS ESTRATÉGIAS …………………………

27

 

3

1 INTRODUÇÃO

O que será apresentado neste documento é planejamento estratégico do setor do comércio de Araripina.

O Planejamento estratégico é um processo gerencial que se destina a entender a situação atual de uma organização, formulando objetivos e definindo a seleção de programas de ação e para sua execução, levando em conta as condições internas e externas à empresa e sua evolução esperada.

Neste documento serão descritas as percepções coletadas nas oficinas realizadas com empresários do setor de Comércio da Cidade . As oficinas foram realizadas com intuito de discutir o plano de melhoria do comércio e suas nuances .

Foram discutidos temas como missão, visão e valores, Análise de pontos fortes e fraquezas do comercio, definição de metas e objetivos, criação e acompanhamento das estratégias para se alcançar a visão definida pelo grupo.

O trabalho para confecção deste documento foi realizado através de oficinas com os empresários, para que fossem coletadas as percepções e desejos do grupo, criado um documento do plano estratégico do setor, para então realizar novas oficinas de ajuste e validação do plano.

As ações de melhoria também foram discutidas, para o qual foi criado um plano de ação, definindo responsáveis e datas para realização das ações de melhoria .

Os tópicos do planejamento estratégico serão descritos conforme análise descrita a seguir:

 

4

2 DEFINIÇÃO DE MISSÃO, VISÃO E VALORES.

Definir a missão, visão e valores têm como finalidade básica definir o motivo para o qual foi estruturada a organização, seus objetivos a serem atingidos, e quais os valores a serem seguidos para implantar as estratégias definidas.

A missão, a visão e os valores devem ser formalmente expressos, servindo de guia e orientação para os colaboradores da empresa, sendo, então, um documento com função de dar orientação e uniformidade de propósitos para todos os colaboradores. Definir estes tópicos é indispensável para estabelecer políticas, desenvolver estratégias, concentrar recursos e começar a programar as ações de melhoria.

A MISSÃO

A missão deve ser formalmente expressa, servindo de guia e orientação para os colaboradores da empresa, no entanto, traduzindo-se numa declaração explícita com função de dar orientação e uniformidade de propósitos para todos os colaboradores. Definir a missão de uma empresa é indispensável para estabelecer políticas, desenvolver estratégias, concentrar recursos e começar a trabalhar.

A missão do Grupo de Comércio de Araripina foi definida:

“Comercializar produtos e serviços, satisfazendo necessidades e desejos dos consumidores moradores de Araripina, Cidades vizinhas e visitantes, com variedade de produtos e bom atendimento.”

 

5

 

A VISÃO

A visão é a situação futura desejada e alinhada com a vontade da organização. A visão deve definir como a organização deseja ser vista num horizonte de longo prazo. A visão deve ser real e possível de ser atingida no período definido, sendo então um objetivo que define as ações a serem tomadas e as estratégias escolhidas para alcança-la.

A visão do comércio de Araripina foi definida como:

“Ser visto, até 2025 , como principal polo comercial,

de serviços e de lazer num raio de 150 km da cidade

de Araripina.”

OS VALORES

Os valores são os conjuntos de crenças e/ou princípios que definem e instruem a participação das pessoas nas ações de implementação da Missão, Visão e dos próprios Valores.

Os valores definem como as estratégias devem ser implantadas, como os colaboradores devem se comportar e quais estratégias e ações são aceitáveis para a empresa. Os valores constituem os guias para a realização das ações para se atingir a visão da empresa, realizando ações condizentes com a missão e com os próprios valores definidos.

Os valores do Comércio de Araripina foram definidos como:

 

6

 

Honestidade, ética e transparência;

Bom atendimento;

Foco na necessidade dos clientes;

Comodidade e segurança;

Valorização e respeito aos colaboradores;

3 ANÁLISE DE SWOT

O termo SWOT é uma sigla em inglês, definida a partir das primeiras letras dos fatores que a compõem: Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).

Análise do Ambiente Interno:

Forças – Forças internas da organização em relação às empresas concorrentes.
Fraquezas – Fraquezas internas da empresa em relação às empresas concorrentes.

Análise do Ambiente Externo

Oportunidades – Oportunidades existentes no ambiente de mercado que podem ajudar o crescimento da organização;
Ameaças – Ameaças existentes no ambiente de mercado que podem dificultar o desempenho da organização.

 

7

ANÁLISE DO AMBIENTE EXTERNO

A análise do ambiente externo deve considerar diversos fatores que o compõem. É um erro fazer uma análise do ambiente externo apenas considerando a concorrência, pois devem ser considerados diversos fatores como Concorrentes, novos entrantes, clientes, fornecedores e produtos substitutos. E devem ser analisados os impactos econômicos, sociais, tecnoló gicos e políticos nestes fatores, conforme indicado na figura abaixo:

3.1.1 Concorrência

Oportunidades

O aumento da concorrência através do surgimento de novos concorrentes no mercado normalmente é vista como um fator negativo. Mas considerando a visão do

 

8

comércio de Araripina, que é se tornar referência de comercio na região, o aumento da oferta agrega valor para que a região se torne referência confirme sua visão .

Ameaças

A situação econômica do país prevista para 2015 é uma ameaça, pois irá acirrar a competição das empresas pelos clientes.

3.1.2 Novos Entrantes

Oportunidades

A inserção de novos consumidores através dos programas sociais criou uma nova classe C que tinha uma demanda reprimida, possibilitando vendas para este novo segmento de clientes.

Ameaças

Um problema visto na região é a chegada da concorrência das grandes redes de varejo, como a redes de farmácias e lojas de conveniência de porte nacional . Esta competição faz com que seja necessária a atualização das estratégias do comércio local para melhorar a competitividade local.

3.1.3 Produtos Substitutos

Oportunidades

O Aumento do comércio eletrônico tem feito com que os clientes passem a realizar suas compras em varejos eletrônicos localizados fora da região de abrangência, reduzindo a capacidade de concorrência das lojas de Araripina.

Ameaças

A modificação do perfil tecnológico no país, com a inserção de diferentes públicos no comercio virtual, através de internet pré -paga em smartphones, faz com

 

9

que a nova classe C também passe a não só comprar mais em lojas virtuais, mas também pesquisar sobre opções.

Esta pesquisa frequente pode fazer com que descubram a variedade de produtos da região, caso as lojas invistam na criação de sites e inserção de seus comércios nas vendas digitais, sendo uma oportunidade para os comerciantes.

3.1.4 Fornecedores

Oportunidades

O Aumento do consumo no interior do estado tem feito com que novos fabricantes busquem comercializar sues produtos na região do Araripe, aumentando a oferta de produtos e melhorando a imagem do comercio da região com os clientes locais.

Ameaças

A pequena quantidade de fornecedores tem um efeito negativo no comércio da região, pois reduz a oferta de variedade, fazendo com que o cliente que deseje inovações ou variedade vá buscar estas opções em outras localidades ou mesmo no comércio eletrônico.

A pouca existência de ações de aproximação dos comerciantes com novos fornecedores é uma ameaça para a consolidação da região como polo de comercio da região.

 

10

3.1.5 Clientes

Oportunidades

A inserção de uma nova classe social no consumo (a nova classe C) é uma oportunidade de melhoria de vendas para o comércio local e de consolidação região como polo de vendas.

A possibilidade de oferta de novos produtos que atendem às novas tendências de consumo é uma oportunidade para consolidar a imagem do comércio da região: Comércio Eletrônico, Consumo Saudável, Consumo +60, Consumo, consumo de Baixa Renda, Consumo de nicho e outras tendência.

Ameaças

A mudança de comportamento dos clientes, que buscam variedade de produtos e inovação no consumo pode ser considerada uma ameaça, confirmando a ameaça da pouca variedade de produtos existentes no comércio de Araripina.

A mudança de comparação dos preços e variedade no comércio on line aumenta o risco de perda de vendas.

ANÁLISE DO AMBIENTE INTERNO

É importante analisar as potencialidades internas das empresas que compõem o comércio varejista de Araripina. Esta análise deve considerar os recursos disponíveis para que possam se implantadas mudanças e melhorias.

Entende-se por recursos não só os recursos financeiros, mas todos os outros que podem contribuir para a implantação das estratégias e ações de melhorias para consolidar a imagem do setor.

 

11

A imagem a seguir identificar alguns dos recursos que devem ser considerados na análise interna do setor.

Recursos são todas as competências vinculadas à empresa, q ue podem ser tangíveis e intangíveis, emporaist ou permanentes e que podem estar relacionados e diferentes setores da empresa.

3.2.1 Lojas e Controles

Forças

A diversidade de pontos comerciais na cidade e a pulverização do comércio em diferentes áreas é um ponto positivo, pois cria a imagem de diversidade desejada e atende as expetativas dos clientes com comércio de Araripina.

 

12

Fraquezas

A pouca organização das lojas em aspectos referentes a layout de loja, gerenciamento de categorias, controles de estoque e gestão financeira dificultam a ampliação dos negócios e atração de novos clientes.

3.2.2 Colaboradores e Pessoas envolvidas

Forças

O grande envolvimento dos empresários na gestão de seus negócios é um ponto importante para o desenvolvimento de variedade e qualidade do comércio local.

Fraquezas

A pouca qualificação dos funcionários que trabalham no comércio criam a imagem de que o atendimento tem qualidade baixa e pode afugentar o cliente para outras praças que tem melhor imagem de atendimento como Juazeiro do Norte no Ceará.

3.2.3 Capital

Forças

A disponibilidade de capital para investimento em ações de melhoria é um ponto positivo na região. Existe oferta de fontes de financiamento oferecidas por instituições financeiras de suporte ao desenvolvimento local, como o banco do Nordeste.

Fraquezas

O pouco conhecimento sobre como deveria se investir o dinheiro para melhoria das lojas, às vezes direcionando para expansão física, sem criar opções de aumento de diversidade ou melhoria da exposição de produtos nas lojas.

 

13

 

3.2.4 Mercado

Forças

As lojas locais já tem uma grande clientela, não só da cidade de Araripina como de distritos e municípios vizinhos, tanto de Pernambuco quanto do Piauí.

Fraquezas

A baixa capacidade de atrair novos clientes faz com que o comércio fique com as vendas e desempenho restritos àquela faixa de público atual, necessitando criar ações de melhoria de atração de público.

3.2.5 Imagem do Comércio de Araripina

Forças

A imagem existente para os clientes sobre o comércio de Araripina é de uma região com diversidade de produtos, que atende as expectativas de compras de rotina para abastecimento das famílias.

Fraquezas

Embora tenha a visão de diversidade, a mesma só é real para compras de rotina. Assim sendo, as compras especificas ou em maior volume são realizadas em outras praças por não considerar a diversidade ampla a ponto de suprir todas as necessidades.

Outro fator negativo é a imagem de localidade com preços altos, afugentando clientes que buscam compras maiores e que prezam pela economia, não se importando com o deslocamento para localizadas mais longe de suas residências.

 

14

3.2.6 Know-how (conhecimento)

Forças

Percebe-se que o comércio local é composto de empresários que atuam há vários anos no setor de comércio, tendo assim experiência na gestão de seus negócios.

Fraquezas

Embora tenha a conhecimento sobre varejo, o modelo de gestão utilizado é muitas vezes ultrapassado, fazendo com que o empresário tenha pouca capacidade e interesse em inovar no modelo de negócio e/ou adequar -se a novas realidades de consumo de seus consumidores.

MATRIZ DE SWOT

A matriz de SWOT é uma ferramenta utilizada para entender e direcionar as ações de melhoria a serem realizadas, considerando as forças e fraquezas, oportunidades e ameaças.

Assim sendo, fazer a análise de SWOT não é listar as caraterísticas do setor e as forças da empresa, mas sim entender como utilizar as forças para aproveitar as oportunidades existentes e se defender das ameaças.

Segue ilustração que indica as formas de atuação da organização para aproveitar seus recursos e se defender das ameaças de mercado.

 

15

 

Seguem algumas situações de investimento, risco, Desperdício e Perda para ilustrar os posicionamentos do comércio de Araripina. O detalhamento das ações e estratégias será abordado no tópico seguinte, que se refere à montagem das estratégias e à criaçã o do plano de ação e melhorias do setor do Comércio Varejista de Araripina.

Situaç ões de Investimento
Oportunidade: Clientes buscam comprar em grandes redes
Forças : capital disponível para investimento em franquias

 

16

 

Oportunidade: Aumento de compra da classe C;
Forças : possibilidade de ajuste da oferta de produtos.
Oportunidade: Crescimento demográfico da região ;
Força: capacidade de aumentar a atração de através de eventos.
Situação de Desperdício
Oportunidade: Clientes buscam variedade.
Fraquezas: pouca diversidade de compra, comprando apenas dos fornecedores locais.
Oportunidade: Aumento de comprada Eletrônica
Fraquezas: Baixa inovação das empresas, não tendo vendas digitais.
Situação de Risco
Ameaça : Entrada de Grandes redes varejistas;
Forças : Diversidade e pulverização do comércio local.
Oportunidade: Entrada de redes de franquias com marcas consolidadas;
Forças : possibilidade de investimento do empresariado local em franquias.
Situação de Perda
Ameaça : Melhoria do nível de atratividades de cidades vizinhas;
Fraqueza: não existe capacidade de adequação rápida do comércio .

 

17

Ameaça : Modificação das expectativas dos clientes locais para compras vinculadas a lazer;
Fraqueza: estrutura de lazer da cidade ainda é deficiente.

4 DEFINIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS E OBJETIVOS

Os objetivos são resultados quantitativos e/ou qualitativos que a grupo do comércio de Araripina pretende alcançar num determinado espaço de tempo.

Estes objetivos e metas devem ser discutidas a partir da visão da empresa e funcionar como indicadores das estratégias a serem utilizadas. OS objetivos devem sempre ter as seguintes características:

Específicos: devem ser específicos, claros e fáceis de entender;
Mensuráveis: devem ser definidos através de critérios que possam ser medidos e avaliados;
Atingíveis: Os números indicados devem ser passíveis de serem atingidos, não podendo ser imaginários ou inatingíveis;
Relevantes: precisa ser relevante para o cumprimento da missão, visão e valores da empresa;
Temporais: devem ter o prazo para o atingimento, de forma que possa se avaliar o andamento das metas e Objetivos do planejamento estratégico.
OBJETIVOS A SEREM ALCANÇADOS

Os objetivos foram traçados e serão descritos de acordo com as categorias criadas para facilitar a implantação de ações de melhoria. Seguem os objetivos a serem atingidos com as ações do plano estratégico do setor de comércio varejista de

Araripina:

Criar maior envolvimento do poder público com o comércio d e Araripina;
Aumentar a frequência de compra dos clientes em Araripina;

 

18

Melhorar a oferta de produtos e os serviços das lojas de Araripina;
Melhorar o nível de atração de cliente de outras localidades.

A seguir será descrito o plano com detalhamento das ações e as metas especificas a serem realizadas para o atingimento dos objetivos traçados.

PLANO DE AÇÃO

O Plano de Ação é a ferramenta que serve para detalhar a impl antação das estratégias de forma específica, definindo:

As ações específicas a serem realizadas;
As metas a serem atingidas;
Os responsávei s pelo processo;
A equipe de trabalho que dará suporte as atividades;
Os prazos iniciais e finais da realização dos trabalhos.

O plano de ação será detalhado nas planilhas descritas a seguir:

 

Categoria

Problema

Metas

Estratégia

Comissão de trabalho

Inicio

Término

identificar com poder público os motivos pelo

governo

qual não compram na cidade e principais itens

30% das

comprados

Shalana Paiva, Hermes

municipal

compras do

e Bartolomeu, tico,

18/03/15

30/07/15

Identificar as empresas que tem interesse

não compra

município

vender em licitações

Rossana, E contadores

na cidade

Habilitar empresas para participar de licitações
atualizar as certidões das empresas

03 espaços

Identificar locais na cidade que podem ser
utilizados

poucos

públicos a

propor ações de lazer para serem realizadas nos

espaços

serem

Leandro, Mazola,

espaços identificados

22/03/15

30/06/15

públicos para

utilizados para

Janaina, Luizito e Mário

Criar calendário de ações de lazer na cidade

uso de lazer

atividades de

Necessidade

Fazer a solicitação das ações de suporte para a

lazer

de maior

prefeitura

envolvimento

Normatização

Criar comissão de relacionamento com o poder

do Poder

concorrência

do comércio

público

Hermes, Rossana

Público

desleal do

informal

Agendar reunião com o poder público

Wesbter, shalana,

01/05/15

01/05/16

comércio

(criação das

Conseguir e analisar lei orgânica do município

Mazola

informal

regras de

Solicitar ordenamento do comércio informal do

convivência)

centro baseado na lei
Criar comissão de relacionamento com o poder
público

4.2.1 Necessidade de maior envolvimento do poder público

 

Definir

limpeza nos

calendário e

centros

modelo de

comerciais na

coleta e

cidade

limpeza


Agendar reunião com o poder público

Mapear as necessidade de correção para criar a lista de demandas

Formalizar a solicitação de correções no sistema de coleta de lixo e limpeza

Criar programa de conscientização ambiental para os alunos das escolas de Araripina


Jailson, Mário, Hermes,

18/03/15 18/03/16

Bartolomeu, Helenita

 

19

 

Categoria

Problema

Metas

Estratégia

Comissão de trabalho

Inicio

Término

Criar comissão de relacionamento com o poder

melhorar XX

público
Agendar reunião com o poder público

Estradas de

estradas de

Matusalem, Thico,

25/03/15

30/08/15

mapear as necessidade de correção para criar a

acesso ruins

acesso à

Mario

lista de demandas

Araripina

Formalizar a solicitação de correções no sistema
viário
Criar comissão de relacionamento com o poder

Ocupação

Acabar com a

público
Agendar reunião com o poder público

irregular das

ocupação

Jailson, Mário, Hermes,

18/03/15

18/03/16

Mapear as necessidade de correção para criar a

calçadas e

irregular na

lista de demandas

Bartolomeu

passeios

cidade

Necessidade

Formalizar a solicitação de correções no passeio

de maior

público

envolvimento

Criar comissão de relacionamento com o poder

do Poder

Sujeira no

público

Público

manter o

Agendar reunião com o poder público

centro

Jailson, Mário, Hermes,

centro da

18/03/15

18/03/16

Solicitar sistema de coleta do lixo e limpeza da

proveniente

cidade limpo

área

Bartolomeu

da feira

Solicitar ao poder público para orientar e
fiscalizar o descarte dos resíduos
Criar comissão de relacionamento com o poder
público

Organizar o

Trânsito

Agendar reunião com o poder público

transito no

Jailson, Mário, Hermes,

Mapear as ruas que precisam de intervenções

desorganizad

18/03/15

18/03/16

o no centro

centro da

com maior urgência

Bartolomeu

cidade

Formalizar a solicitação de ações de sinalização,
capacitação dos orientadores, fiscalização das
infrações

20

 

Categoria Problema Metas Estratégia Comissão de trabalho InicioTérmino

 

Necessidade de maior envolvimento do Poder Público


Criar comissão de relacionamento com o poder

reduzir em 80%

público

Segurança

Agendar reunião com o poder público

os casos de

Jailson, Mário, Hermes,

pública

18/03/15

18/03/16

Mapear as ruas que precisam de intervenções

carente

roubo no

com maior urgência

Bartolomeu

centro

Formalizar a solicitação de ações de melhoria da
segurança
Criar comissão de relacionamento com o poder

Dificultada

organizar o

público
Agendar reunião com o poder público

de

estacionament

Jailson, Mário, Hermes,

Mapear as ruas que precisam de intervenções

18/03/15

18/03/16

estacioname

o no centro da

Bartolomeu, Helenita

nto no centro

cidade

com maior urgência
Formalizar a solicitação de ações de melhoria da
segurança

 

21

 

Categoria Problema Metas Estratégia Comissão de trabalho Inicio Término


4.2.

 

Incentivar o comércio eletrônico pelas lojas da
cidade

Compra na

Criar o

Realizar palestra sobre comércio eletrônico para

internet

shopping on

os comerciantes da cidade

diminui a

line do

Orçar preço de criação de site de comércio

compra no

comércio de

eletrônico individual ou em grupo

mercado

Araripina no

Procurar parcerias com entidades de suporte

local

site da CDL

(SEBRAE, SENAC, SENAI e outros).
Divulgar para as empresas do comércio da cidade


Hermes, Mara, Thico,

Rossana, Fábio, 25/03/15 30/03/16

Leandro, Shalana


2 Cliente não compra em

 

criar 1

Criar um grupo de discussão de empresários para

Cultura local

criar programação de ações de incentivo

campanha de

Hermes, Mara, Thico,

de comprar

Criar ações de divulgação para demostrar o

Cliente não

divulgação do

Rossana, Fábio,

25/03/15

30/03/16

compra em

em outras

shopping on

potencial do comércio local

Leandro, Shalana

praças

Criar formas de incentivar a visitação do público

Araripina

line

ao comércio local

Aumento da

Criar um grupo de discussão de empresários para

ter definido 1

criar programação de ações de incentivo

concorrência

Fabio, Mário, Jaílson,

plano de

Criar ações de fortalecimento de Araripina como

de outros

Thico, Mara, Mazzola,

01/04/15

30/07/15

atração de

polo de comércio

polos de

Matusalém

novos clientes

criar plano de atração de novos investimentos

comércio

para a cidade

Pouca

Identificar as linhas de produtos ainda não

diversidade

aumentar em

oferecidos em Araripina

de produtos

20% a oferta de

Buscar novos fornecedores para oferta de novos

Thico, Mara, Shalana,

30/03/15

30/06/16

encontrados

novos produtos

produtos e serviços

Jaílson

no comércio

no comércio

Criar plano de atração de novos investimentos

de Araripina

para a cidade


Araripina

22

 

Categoria

Problema

Metas

Estratégia

Comissão de trabalho

Inicio

Término

Mapear as necessidade de treinamento para os

Ter um curso

colaboradores

Falta de mão-

para admissão

Parcerias com entidades como SEBRAE, SENAC,

Fábio, Mazzola, Thico,

de-obra

e 12 cursos de

SENAI, e outras empresas de capacitação de mão

30/03/15

30/12/15

qualificada

atualização por

de obra

Mara, SENAI, Senac

ano

Realizar os treinamentos para melhoria dos
colaboradores

Pouco

realizar 3

Mapear as necessidades do comércio de

interesse em

palestras de

Araripina

Fábio, Mazzola, Thico,

30/03/15

30/12/15

Mara, SENAI, Senac

inovar em

atualização

Realizar palestras de atualização para o setor do

seus

para os

comércio
Mapear as necessidade de melhoria para os

Pouco

realizar 5 cursos negócios

interesse em

para

Parcerias com entidades como SEBRAE, SENAC,

Fábio, Mazzola, Thico,

Melhorias

melhorar os

atualização e

SENAI, e outras

30/03/15

30/12/15

Mara, SENAI, Senac

necessárias

seus

capacitação do

Realizar os treinamentos empresários

nos comércios

negócios

comércio

Realizar consultorias de melhoria para o
comércio
Busca de novos fornecedores
Mapear e programar visitas a feiras e missões
empresariais para buscar novas opções de

Nivelar os

compra

preços do

Preços altos

Desenvolver programa de compras coletivas para

comércio local

o comércio

comparados a

com os outros

Desenvolver programa de redução do

Thico, Mara, Gustavo

30/04/15

30/06/18

outras

polos

desperdício e perdas

localidades

comerciais da

Melhoria do modelo de gestão para reduzir

região

custos operacionais
Promover ações para as empresas se
aprofundarem na legislação tributária e
trabalhista

4.2.3 Melhorias necessárias nos comércios

23

 

Categoria Problema Metas Estratégia Comissão de trabalho InicioTérmino

 

Desenvolver ações de estímulo do

Baixo

realizar 01 ação

associativismo

associativism

de

Criar ações de valorização da entidades de classe

o entre os

associativismo

(CDL, Sindicatos e outros)

Melhorias

empresários

para os

Estimular reuniões com grupos de comerciantes

necessárias

do comércio

comerciantes

nos comércios

para discutir dificuldades do setor


Thico, Mara, Gustavo,

30/04/15 30/06/18

Jaílson

 

Sujeira no

Definir

Criar ações de descarte programado

centro

calendário e

Criar parcerias com recicladores

proveniente

modelo de

Sensibilizar os empresários para fazer o descarte

do próprio

coleta e

adequado


Thico, Helenita, Jaílson,

01/01/16 30/06/16

Nunes, Mara, Mário

 

24

 

Categoria

Problema

Metas

Estratégia

Comissão de trabalho

Inicio

Término

Redução da

Criar eventos como “Dia da Saúde” para divulgar

oferta dos

Criar 01 evento

a oferta de saúde e atrair clientes de outras

Leandro, Mazola,

serviços de

por mês para

cidades

saúde

Criação do guia de compras para distribuição nas

Luciano, Matusalém,

01/04/15

30/11/15

atração de

reduziu o

clínicas particulares e outros empreendimentos

Fábio

novos clientes

fluxo de

com fluxos de pessoas

visitantes

Divulgação do site “guia de compras on line”.
Criar comitê gestor das campanhas

Ausências de

Criar calendário

definir o calendário de campanhas (volta as

campanhas

de campanhas

aulas, semana santa, são João, dia das mães, dia

promocionais

para todas as

das crianças, natal, etc.)

Thico, Jaílson, Fábio,

01/04/15

01/01/16

para datas

datas

Shalana, Mara,

Definir e providenciar arrumação, sinalização e

Dificuldade

comemorativ

comemorativas

decoração das lojas

as

do comércio

Divulgar nos meios de comunicação (conjunto)

em atrair

Realizar sorteios para concretizar a promoção

novos

Criar comitê gestor das campanhas

clientes

Envolver comerciantes locais no processo de
divulgação da diversidade do comércio de

Ausência de

Araripina
Criar calendário Definir conteúdo das peças publicitárias que

campanha de

marketing

de campanhas

visem atrair novos clientes e informar a

para todas as

diversidade do comércio de Araripina

Thico, Jaílson, Fábio,

coletivas para

01/04/15

01/01/16

datas

Definir os municípios e distritos a serem

Shalana, Mara,

valorização

comemorativas

abordados pelas campanhas promocionais

do comércio

do comércio

Definir as mídias a serem utilizadas para

local

divulgação do potencial do comércio
Orçar criação das peças e veiculação nas mídias
Executar a plano de promoção e avaliar
desempenho e resultado


4.2.4 Dificuldade em atrair novos clientes

25

 

Categoria

Problema

Metas

Estratégia

Comissão de trabalho

Inicio

Término

Criar comissão para desenvolver e organizar
calendário dos evento de Negócios na cidade
(feiras, mostras empresariais, encontros de

Criar e realizar

negócios, palestras e outros)

Luciano, Mário, Mara,

Falta de

calendário de

Negociar com a prefeitura e entidades de

Rossana, Thico,

eventos de

eventos de

suporte a realização e apoio dos eventos de

01/04/15

30/07/15

Mazzola, Helenita,

Negócios

negócios para a

Negócios

Leandro, Hermes

cidade

Criar campanha de divulgação dos eventos nos
municípios vizinhos
Organizar e executar eventos de negócios na
cidade
Criar comissão para desenvolver calendário dos

Dificuldade

Falta de

evento de lazer

em atrair

eventos de

Criar 01 evento

Leandro, Mário,

Negociar com a prefeitura e entidades de

novos

Lazer para

por mês para

Janaína, Lídio, Rossana,

30/03/15

30/09/15

clientes

atração de

atração de

suporte a realização e apoio dos eventos de lazer

Thico, Mazzola,

pessoas para

novos clientes

Helenita

Criar campanha de divulgação dos eventos nos

a cidade

municípios vizinhos
Organizar e executar eventos de lazer
Buscar parcerias com entidades de suporte para
participar das ações de turismo

Criar 02 roteiros

Fazer parceria com entidades de classe para

Turismo

turísticos para

estimular ecoturismo

Hermes, Rossana,

pouco

incentivar a

Leandro, Mazzola,

30/04/15

30/07/15

Fazer parceria com secretaria de turismo do

desenvolvido

visitação em

município para participar das ações do turismo

Thico, Mário, Helenita

Araripina

Mapear escolas em municípios no raio de 150km
e fazer parcerias de incentivo ao turismo em
Araripina

26

 

27

5 FORMAS DE ACOMPANHAMENTO DAS ESTRATÉGIAS

O sucesso do plano estratégico está no real envolvimento do setor envolvido para implantação das ações previstas no plano de ação .

Foi entregue em anexo a este relatório uma planilha do Excel contendo a versão digital do plano de ação. Este arquivo é funcional para filtrar as ações por data, função, responsável ou pessoas de suporte envolvidas na realização das atividades.

É importante o acompanhamento da implantação das ações pelo corpo gerencial da empresa, certificando-se dos prazos, metas e inter-relação entre as atividades previstas estão sendo realizadas.

Devem existir reuniões periódicas entre os setores para acompanhamento dos resultados e dificuldades encontradas. Estes encontros devem servir para balizar as atividades e propor planos de suporte para as atividades que estiverem com dificuldade de implantação.

Araripina, 23 de março de 2015.

Robert Albuquerque

J&B DE ALBUQUERQUE CONSULTORES